Seguidores

sexta-feira, 3 de junho de 2011


É um delírio encontrar a noite e o dia, ambos  despedem-se de mim, embriagando-me nos seus delírios e ilusões premonitórias, o prazer de mais uma vez poder voltar, aos sussurros e apelos por viver cada segundo como se fora o último, ate depois do último trago, sorver-te como o penúltimo momento, dos tantos inúmeros que ainda vou encontrar e que não seriam nada se não penúltimos múltiplos de mim, ou quase tudo que espero pra o próximo instante aqui na tua porta,  se eu pudesse sintetizar uma palavra apenas, nela eu coloria,  ate na minha escrita, você!



Eu sorveria as palavras como quem reza como quem abençoa, os sacramentos são promessas sagradas, elos que dividem as mares, os rios, e nos guia pra estrela polar das nossas vidas, esbarra nas mágicas teias do teu bem querer e querer bem mais...
Nina Pilar


















“A única magia que existe é a nossa incompreensão.”

Caio Fernando Abreu

15 comentários:

Nina Pilar disse...

Bem vindos amigos, e obrigada por seguir-me...
abraços e beijos super carinhosos pra vcs.

vcs são raios de luz, que ensinam-me os caminhos da poesia.

Leonor disse...

é verdade sim ;)

* Verinha * disse...

Obrigada por sua visita Nina!.. Volte sempre que desejar.. as portas estarão sempre abertas!

Um beijo grande em seu coração..
Verinha

Nina Pilar disse...

Bem vinda Leonor, obrigada pela visita, volte sempre querida...
um beijo

Nina Pilar disse...

Verinha querida volte sempre meu bem...aqui tbem, volte sempre querida, sempre será muito bem vinda.

um super abraço e beijos

♪ Sil disse...

Eu também acho que a imcompreensão é a única magia que existe...

São lindos seus textos Nina!

Um abração!

Nina Pilar disse...

o caio é irrepreensível né amiga,
um fotografo na arte de escrever,
escreve como quem lapida as palavras...
um belo escultor das palavras...
super abraço sil querida,
beijo sempre.

petrolin50 disse...

Obrigado pelo comentário e visita. Eu vejo o seu blog. Todos eles são interessantes, agradáveis. Traduzir traduzem bem para não permitir que todas as palavras de seu significado. Belo dia e um abraço. Peter.

Nina Pilar disse...

obrigada peter querido pela visita, vc é muito atencioso e simpático.

beijo

volte sempre,
a casa é sua

Enigma disse...

Obrigada por seguir o meu blog!! Já add o seu blog na minha lista, (seguindo)... Vc é muito simpática, vamos manter sempre contato, ok?!

PS. Excelentes textos poéticos, parabéns!

Antonio Porpetta disse...

Esto no es un blog: es un oasis de serenidad, de sensibilidad y de belleza. Seguirlo es sentirse vivo, y muy cerca de la verdad.
Un cálido abrazo desde Madrid.

Nina Pilar disse...

Enigma,
e vc querida obrigada por visitar-me, seja sempre bem vinda, volte quando quiser, a casa é nossa.

que bom que gostou dos textos...

beijo grande querida

Nina Pilar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina Pilar disse...

antonio querida, obrigada pela visita, e por seguir-me...
o bom daqui é que as distancias são menores que os átomos, mais curtas que muita vez que pensar esta entre os amigos, vê-los, lê-los, estar em contatos com eles, é muito gratificante.
é muito bom elogios de um poeta como vc, volte sempre este espaço é nosso!

beijo e abraços fartos
uma linda sexta-feira pra um poeta que encanta.

Nina Pilar disse...

Peter...volte sempre...será um prazer!

Pegastes palavras aos meus ecos embebidas com o canto dos pássaros, encantaste-me dentro dos meus silêncios e deixaste-me um novo olhar, nossas palavras, sei que o movimento da vida nos atira pra lugares inusitados, que não deixam de ser interessantes e bons. a lua continua em festa e de fases, a nós, cabe apenas esperá-la, em suas múltiplas faces, mas no teu amanhecer sempre estaremos...
A vida é imperativa, forte, suave, terna e muitas vezes poética a vida pode ser muito bela, basta tentarmos viver com a beleza e a delicadeza das flores, e das pessoas que sempre estão prontas pra o abraço... para abri-se pro novo...
A vida define-se na própria palavra, como se fora uma sugestão, um apelo, um aviso, assim como os sentimentos nos definem, esculpem-nos e ate redime nossos medos e vacilos, por isso e em meus campos e pomares sempre esta cheio de cores e muitos sabores, por que a insustentável leveza em nós, resiste, e é mais que farta, e nunca será um farto, mas, sim VIDA, renascimento...então amigo, dá licença que eu vou abraçá-lo, e dizer que és bem vindo, encontros e descobertas são ótimos, é muito bom que tenhas vindo sempre aqui conhecer-me, este espaço é teu, é nosso... volte sempre.

Beijo e abraços fartos...