Seguidores

terça-feira, 2 de agosto de 2011

amor&odio


"Quando odiamos alguém, odiamos em sua imagem algo que está dentro de nós. "
Hermann Hesse

Ainda que eu fale todas as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor sou como o bronze que soa ou o sino que retine, mesmo que tivesse toda a fé a ponto de, transportar montanhas, se não tiver amor, não serei nada.

Apóstolo Paulo
Porque não viver a plenitude da piedade, compaixão e generosidade pra com nossos semelhantes...este amor que Jesus Cristo deixou pra todos os cristãos...ou não!
Somos a sua imagem e semelhança, como se fossemos colibris, querendo apenas viver a beleza da vida, em seus ensinamentos “ELE” foi gentil, amável, carinhoso, amoroso, e alegre deixou de herança o AMOR pleno e cheio de perdão, por que não observar o que ele deixou para toda humanidade, o ódio tem memória, tem pressa e têm discípulos carentes de sangue, prontos pra sacar a espada da maldade, e matar em nome da moral, dos bons costumes e o que é pior, em nome da família.

Não temos que suportar o ódio e sim combatê-lo.

Hoje ultrapassamos a barreira do som, exploramos os espaços, vivemos  em uma época que os homens conseguem prolongar a vida, através de corações transplantados, ou artificiais e tantos outros órgãos que podemos usar pra dar VIDA, ou melhorar a qualidade destas vidas, mas, infelizmente ainda temos nas ruas guerras de ódios, pessoas que pregam a violência, e a morte como solução...
devíamos exercer na verdade é o amor, acima de todas as coisas, basta de violência, de sangue espalhados pelas ruas...
pra que tanto ódio, será que a vida não merece uma chance, não merece a brisa delicada das oportunidades de viver e serem o que são, sem máscaras, sem medo e sem ódios e tantas vaidades que somos capazes de carregar dentro de nós.

   por isso hoje eu indico este filme fenomenal, que trata da vida do poeta cubano Reinaldo Arenas:

Reinaldo Arenas foi um romancista, dramaturgo e poeta de Cuba. Nascido em Águas Claras em 16 de julho de 1943 e morreu em New York em 07 dezembro de 1990. Não tratarei aqui sobre o comunismo e muito menos sobre o regime ditadorial em Cuba, ate por que acho que qualquer tipo de ditadura seja de esquerda ou direita não é bom pra ninguém, e não estou tratando deste assunto, e sim da perseguição, deste patrulhamento absurdo sobre a vidas das pessoas,   e eu acho que isso tem que ter fim, estas perseguição que pode ser de qual quer natureza  (visto o que aconteceu recentemente na Noruega ataque comandando pelo “ódio”, pelo facínora,  pelo  carrasco Anders Breivik na Bélgica), movidos pelos preconceitos e a crueldade estes inoportunos “juízes”, pois julgam e condenam, sem respeitar lei alguma, tornam-se perseguidores implacáveis, desumanos onde qual quer pessoa pode ser o alvo voraz desta sede de matar, castigar, fazem suas justiças, com suas próprias mãos e acham que estão certos, julgam-se ainda injustiçados pela sociedade, vejam só que presunção...

Já que este assunto não é tratado como crime "ainda", então pode-se falar, escrever, e incentivar veladamente o preconceitos de qualquer verbete (racial,  social, sexual  etc,.) em uma sociedade hipócrita e tão preconceituosa como a nossa infelizmente, onde as pessoas têm medo de manifestar suas idéias e seus pensamentos, pois pode ser confundida, pode ter a família massacrada, ou teme contra a própria vida, precisamos rever sim,  nossos valores e nossos compromissos com a vida...
Então, assistam ao filme que fala da vida deste poeta na interpretação sensível, primorosa do Javier Barden, o filme trata da homofobia com ousadia e muita generosidade.
Vale a pena ver...

"Antes do Anoitecer" traz grande atuação de Javier Bardem o filme mostra delicadeza, perplexidade e sofrimento, consegue transmitir muitíssimo bem todos os sentimentos. No geral, um filme muito bom e que merece ser visto com bastante atenção (até para perceber as várias participações especiais que surgem ao longo do filme dos excelentes Andrea Di Stefano, Johnny Depp, Sean Penn).
Foi ambientado em cuba, mas, podemos ter este mesmo olhar aqui no Brasil e no resto do mundo, qdo a xenofobia anda a galope, causando mortes e perseguições pra quem esta apenas fazendo um gesto, um carinho em publico aos nossos iguais, que considero todos os seres humanos, dos quais não podemos descriminar perseguir, ou julgar...



O poeta cubano vivido na tela grande pelo fantástico ator espanhol Javier Bardem que é o ator preferido do Pedro Almodóvar, o “Before the Night Falls” (Antes do Anoitecer), de Julian Schnabel, mostra o patrulhamento absurdo pelas escolhas, pelas diferenças dos que não são iguais, fazendo com que sejam descriminados alegando “pecado”, câncer da sociedade” portadores e dissipadores da AIDES como foram acusados nos áureos anos 80, quando a doença dói descoberta e atribuída aos gays como se fosse à peste gay, vivemos em uma sociedade hipócrita e preconceituosa que preferem esconder, fingir, mentir, que entender o que esta a nossa frente, que faz parte da nossa sociedade, esta na nossa vida, neste filme o Schnabel mostra a perseguição, a falta de amor, a impiedosa caça aos gays, não concordo com qualquer tipo de descriminação e desrespeito, de uma minoria que gosta de meias verdades. Acho que todos nós gostamos de solidão, de festas, de brilho, e recato, amor e paz, Esta é uma composição dos sentimentos nem sempre iguais todas as manhas em todos os seres humanos, temos que ter um olhar cirúrgico, humano, e de amor principalmente pra poder entender e principalmente perdoar!
"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar."

Nelson Mandela


Eu concordo plenamente com o Mandela, que fala de cátedra, se existe alguém que experimentou todo tipo de intolerância, de ódios e de preconceitos esta aqui, resumido em sua frase tão atual e tão cheia de perdão e amor.

Eu sempre choro, dizem que por qual quer coisa, choro sim e daí, não tenho vergonha, basta emocionar-me, basta sentir, choro por tudo que machuca, por tudo e se não posso ajudar, fico mais machucada ainda quando estou de cara com a violência gratuita das ruas, e neste filme, foi uma emoção enorme, o filme trata da vida de um poeta que escrevia a vida, assim como todos os poetas...
Não quero jamais ser capaz de carregar ódio, seja por que motivo for, quero o néctar da vida sua essência e plenitude, quero apenas a beleza de sorrir e amar, sempre...

Nina Pilar
"O ódio tem melhor memória do que o amor. "
Honoré de Balzac 



Por que não o amor, a paz e alegria de conviver com todos...
o amor é o mais forte e sereno sentimento que existe entre todos os humanos.
Nina Pilar

34 comentários:

Sempre Miúda disse...

É Verdade infelismente o ódio hoje em dia, é um sentimento que muitas pessoas transportam consigo...
Eu prefiro o Amor... sem duvida alguma... =)

Nina Pilar disse...

eu tbem amiga,e não quero olhar pra trás e sentir que fiz parte (mesmo involuntária, desta caça desumana, deste desrespeito..

beijinho amiga, e tenha uma boa quarta feira

Thamires Figueiredo disse...

Eu fico com o amor também ;)

Um beijo, querida :*

Andy Santana disse...

Muito obrigado pela visita e pelo comentário lá no meu blog,
o seu tb é mto bom! Eu estou neste conflito não de amor e ódio, mas de amor e raiva... estou mto triste com umas coisas q estou passando. Beijos e sucesso, volte sempre!!!

Nina Pilar disse...

thamires eu tbem amiga, um lindissimo dia querida pra ti...

beijinhos, como sempre o dia ao teu lado amanheceu mais feliz.

Nina Pilar disse...

bom tê-la aqui andy,

volte sempre tbem amiga,

esta casa é nossa.

beijinhos e um bom dia pra ti...

Andri Alba disse...

Hermoso post querida Nina Pilar.

Un gusto haberlo leido. Creo amor es lo mas hermoso del mundo cuando lo dejamos ser. El odio solo hace mal.

Gracias!!

Nina Pilar disse...

andri alba amiga,
nascemos e vivemos por amor, o amor é o mediador da vida, não imagino a minha vida sem amar, sem ter este olhar pelo nosso semelhante...

adorei sua visita amiga, volte sempre!

encanta-me este intercambio cultural querida...

beijo

muchas gracias

vinicius. C disse...

Olá!!

O ódio é tão velho quanto o amor- não se aprende amar- como também não se aprende a odiar.

Acredito que ambos sentimentos vivem juntos, e são tão fortes quanto.

Odiar alguém ou amar alguém- consiste a mesma intensidade, tanto amor quanto ódio, são perigosos.

Um beijo enorme e post é perfeito!

Estou esperando por vc no Alma!

Nina Pilar disse...

eu discordo parcialmente amigo, mas, é assim que aprendemos uns com os outros, eu acho que o amor e o ódio aprendem-se na mesma intensidade, assim como bons costumes,como porta-se, como falar, comer, vestir-se, enfim... tudo na vida é comportamental, salvo as exceções e existem muitas, estas a gente estuda! o amor não é matemático, mas, existem formulas, meios, que podemos encontrá-lo, alcançá-lo, enfim vivê-lo. e não esqueça querido o homem é produto do meio...
o amor transcende o ódio meu amigo aprisiona...

tenha uma ótima noite vinicius,

beijo querido,
e tenha uma excelente quinta feira...

margoh werneck disse...

...tem muita gente amando pelo avesso...mas é bom demais ler vc.

saudades.

beijao

Carolina Lima disse...

E fica a dúvida: como estamos amando??

Beijinhos,
Carol :)
http://bembemsimples.blogspot.com

MARILENE disse...

Esse sentimento é o responsável pelas catástrofes que conhecemos. Sempre questiono sua origem. Penso que pode ela estar na educação, na convivência com pessoas despreparadas e que o alimentam como a um monstro faminto.
Não vi o filme que mencionou e olha que assisto todos os lançamentos. Vou perguntar na locadora se ainda não chegou.
Sua postagem está excelente, querida. Quantos males vêm com a falta de aceitação das diferenças!
Bjs.

Nina Pilar disse...

_mar_lene querida, este filme foi lançado em circuito fechado, não esta entre os lançamentos nacionais, eu vi logo depois que foi lançado em Cannes, mas, acredito que deve ter sim em alguma locadora de DVD, se não, é por que não é comercial, o que é uma pena amiga, pois vale a pena ser visto.
e aonde vamos, só deus sabe, em Londres recentemente foi revogada a lei da passividade nas escolas, voltou o castigo com respaldo bíblico, olho por olho dente por dente, bateu em professor ele pode revidar, e hoje os alunos podem ser revistados em caso de suspeita de armas, o que é bom, pois adolescentes de 180 m ameaçam sem pudor os professores... isso pelo menos limita, inibe as violências e ameaças sofridas pelos professores.
beijinhos querida...és muito querida
uma linda noite pra ti...

Nina Pilar disse...

excelente pergunta carol, temos que tentar avaliarmos como nda o amor...
beijinhos querida

uma linda noite pra ti...

Nina Pilar disse...

margot minha lida, nem imaginas como bom ter-te aqui tão pertinho amiga, o amor, às vezes acho que não amamos como deveraimos amar, o amor esta sendo privado, e desta forma temos que questionar a qualidade.

uma linda noite minha querida

beijinhos pra ti

Fenix disse...

O odio tbm é uma forma de amar!! São dois paralelos, o amor que nos faz feliz e o odio que nos da pelo amor que apenas esta machucado. O odio nada mais é do que isso, é quando nos machucamos então aquele sentimento que um dia foi bonito, passa a ser um buraco que precisa sangrar para cicatrizar. O amor é o unico remedio para curar tudo de mal que alimentamos dentro de nos, por isso ame, esuqeça e volta a ser feliz!!

Bjos

Biane disse...

O amor é sempre a melhor saída! beijos lindaaa

Sil disse...

Na alma grande não há espaço para ódio, julgamentos e intolerância... O mundo está carente disso...
Bjss amore... Tudo lindo aqui!!

Camila Jornada "Análise do ser" disse...

Olá, obrigada por me seguir. Beijo grande!!!! = )

Van disse...

Olá Nina

O amor pode contagiar, difundi-lo é nosso dever para que o ódio perca espaço.

Obrigada pelo seu comentário em meu post Trajetória no Tessitura poética.

Na verdade acho que muitas vezes pensamos estar distante aquilo que está bem perto de nós , por isto percorremos longas distancias até concluir que sempre esteve conosco.
Foi o que me aconteceu.

Boa semana para você, beijos!

PauloSilva disse...

Fantástico post! O Amor prevalece sobre os olhares podres do ódio. Sempre será assim.

Beijos *

Ana Cecilia Romeu disse...

Nina, querida!
Obrigada pela presença e palavras carinhosas em meu cantinho!
Também estou te seguindo, seu blog é muito bom!
Sobre esse filme, foi bom ler tua resenha, eu tinha pouquíssimas informações.
Beijos! Nos vemos!
Vou mandar convite para o seu Facebook.

Janete Lacerda disse...

Queria entrar em contato, mandar um livro para você...o meu livro. poetanett@hotmail.com
Grata por ler http://janetelacerda.blogspot.com

Maria Lúcia - Asas da Imaginação disse...

Oi amiga!
Obrigada pelo apoio lá no blog.
Concordo que não somos juízes dos outros, mas na prática, quantas vezes me pego julgando... só Deus mesmo, através de seu Filho Jesus, para nos ajudar a amar o nosso próximo, não é mesmo?
Apareça mais, tá?
Beijos.

Andy Santana disse...

Bom agora estou na fase do amor eterno...
hehehe..

voltei as boas!

beijos

Raquel disse...

Nina, obrigada pela visita no ComuniQuel, vim retirbuir a visita e foi um prazer sentir seu canto digital de positividade.

beijos

Evanir disse...

Amiga essa sua postagem é fantástica,,,O amor esta acima de tudo nessa vida.
Parabens minha amiga gostei muito bjs,Evanir.

Evanir disse...

O seu carinho é tão contagiante,
que se eu estiver me sentindo triste,
suas mensagens sempre conseguem me animar.
A sua amizade é importante para muitos,
e principalmente para mim.
Só o fato de você existir já é motivo de alegria
Obrigada pela paz que você transmite,
e pela luz que irradia do seu coração.
Beijos no seu coração,Evanir...

Rosicler disse...

Se não existisse o ódio, não podia existir o amor e se não existisse amor, era impossivel a existencia do ódio. É o poder dos contrários :)
Abraços,
Rosicler

Cynthia Lopes disse...

Nina, belíssimo texto
e dica, adoro Javier Bardem e com
certeza vou procurar o filme
e assistir. beijão

A. disse...

O ódio é uma presença muito forte que preenche o interior de alguém e pouco espaço deixa para que algum Amor seja bem tratado e dê seus frutos!... O ódio é um sentimento mais profundo, corrói todos os ângulos dos ossos estilhaçados e fere de morte qualquer forma de Amar sereno!...



Feliz celebração da Natividade


Abraço

Evanir disse...

Que a fé e a esperança anda de mãos dadas, bem juntinho de você.
Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé em Deus que
estou para 2012.
É com esta fé que nós seremos capazes de transformar esse mundo se cada um de nos
fizermos nossa parte.
E a esperança não ilude, porque o amor de
Deus foi derramado sobre todos nos.
Esta luta do filho de Deus não anda de mãos dadas com renúncias e tristezas,
e sim de esperança num amanhã mais feliz.
Um feliz final de semana.
O primeiro de 2012.
Muita paz muito amor para você.
Beijos no coração.
Evanir..

Maíra Cunha disse...

Adorei seu cantinho Nina, estou seguindo!

http://fazdecontatxt.blogspot.com